APARELHO.jpg

TRATAMENTO DE APARELHO ORTODÔNTICO

Aqui para você

Ortodontia Preventiva

Consiste em examinar, supervisionar e orientar para que o utente desenvolva um sistema mastigatório eficiente e equilibrado, sob o ponto de vista funcional, morfológico e estético. Isto compreende a integração com as demais áreas e especialidades no intuito de estabelecer a completa saúde oral.

O objetivo é prevenir a instalação de um desvio de normalidade e manter estímulos normais adequados ao desenvolvimento do sistema mastigatório e da face, mantendo um bom relacionamento maxila-mandibula, preparando para a correta implantação dos dentes.

Os fatores locais que mais influenciam são:

  • Respiração - O ideal é respirar predominantemente pelo nariz, havendo selamento dos lábios (boca fechada). A avaliação conjunta com o Médico Otorrinolaringologista é fundamental.

  • Alimentação - inicialmente expressa pela amamentação, preferencialmente natural e ou artificial com bicos ortodônticos e deve ser substituída progressivamente pela mastigação, dieta sólida. Imprescindível o acompanhamento do Medico Dentista Odontopediatra e Médico Pediatra.

  • Deglutição - a deglutição infantil passa por um processo de maturação desde o nascimento devendo estar perfeitamente condicionada aos três anos de idade, aproximadamente na dentição de leite completa. É fundamental o acompanhamento em conjunto com o Fonoaudiólogo.

  • Fonação - articular corretamente os fonemas, importante para a comunicação oral. Acompanhamento deve ser em conjunto com o Fonoaudiólogo.

  • Hábitos - evitar a persistência dos hábitos como: sucção digital (chupar dedo), sucção de chupeta, morder os lábios, unha e/ou objetos. Imprescindível o acompanhamento conjunto com o profissional da Psicologia.


Ortodontia Intercetiva

Tratamentos realizados geralmente entre os 5 e 10 anos de idade, em média, onde os objetivos são desenvolver o tamanho dos arcos dentários, no sentido de relacioná-los de forma harmônica entre si e acomodar futuramente todos os dentes permanentes.

As crianças se beneficiam muito na fase intercetadora do tratamento ortodôntico utilizando aparelhos que direcionem o crescimento, relacionando de forma harmônica os arcos dentários.

Os aparelhos nessa fase podem ser ortodônticos e/ou ortopédicos, sendo que os ortopédicos podem ser funcionais ou mecânicos.

Os aparelhos funcionais têm uma aplicação muito ampla nessa fase, pois utilizam forças do próprio organismo, além de estímulos funcionais, visando o equilíbrio morfo-funcional de todo o sistema estomatognático (mastigatório).

A ausência do tratamento nessa fase pode resultar em discrepância muito severa e dificuldade em atingir um resultado ideal posteriormente, exigindo em alguns casos procedimentos como cirurgias para equilibrar os arcos e remoção de dentes permanentes para correção de apinhamentos.


Ortodontia Corretiva

Os tratamentos corretivos são realizados na pré-adolescência ou adolescência como tratamentos primários, ou para complementar o executado na Fase I.

Os tratamentos nesta fase buscam a posição exata do dente na boca onde estarão em harmonia com lábios, bochechas, língua e outros dentes.

Quando este equilíbrio é estabelecido os dentes funcionarão adequadamente. Eles estarão estáveis e de aparência atrativa.

Esta é a meta para a segunda fase e final do tratamento. Nessa fase usualmente são utilizados aparelhos fixos com braquetes ortodônticos.

Após a remoção dos fixos, os aparelhos de contenção são instalados e os pacientes são acompanhados por um período, onde ocorre a acomodação natural dos dentes e que a situação dos sisos (terceiros molares) seja definida, entre outros fatores.

Vantagens do tratamento ortodôntico em duas fases.

O tratamento ortodôntico em duas fases é um processo especializado que compreende mudanças estruturais e faciais, além do alinhamento dos dentes.

A grande vantagem é a oportunidade de maximizar os resultados funcionais e estéticos de forma ideal, que se manterão estáveis ao longo da vida.


Ortodontia Combinada com Cirurgia Ortognática

Realizado geralmente em pacientes adultos onde já cessou o crescimento ósseo e apresente uma discrepância muito acentuada entre as arcadas superior (maxila) e inferior (mandíbula).

Os princípios sãos os mesmos do Tratamento corretivo, mas inclui uma ou mais etapas cirúrgicas para obtenção de um resultado harmônico entre a face e todo o sistema mastigatório.


Ortodontia Pré Protética

Tratamento ortodôntico pontual que visa movimentar apenas alguns dentes ou determinada região com o propósito de obter condições para que um trabalho restaurador protético seja executado de maneira adequada.

Em muitos casos sem uma Ortodontia prévia não há condições para a colocação de um implante, prótese ou restauração.

 

©2020 por MALO DENTAL.